A crise da República Popular-Democrática no Brasil

Publicado em 13 de setembro de 2017 às 4:51 PM por EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica
Vídeo

CONTEÚDO(S): A crise da República Popular-Democrática no Brasil . OBJETIVO(S): Identificar o processo de ruptura da democracia e consequente implantação de um governo autoritário no Brasil. Apresentaremos o governo de Jânio da Silva Quadros (1961) que teve curta duração. Contando, a princípio, com o apoio das classes dominantes, na medida em que combatia, internamente, o comunismo. Mas a oposição direitista logo se revoltou contra sua política externa independente. Após a renúncia de Jânio o poder foi entregue ao vice-Presidente. Analisaremos o governo de João Goulart (1961-1964) que, a princípio, governou o país sob o regime parlamentarista. Goulart enfrentou forte oposição dos grupos de direita, que o acusavam de possuir um programa político “comunista”, até que em 31 de março de 1964, eclodiu um movimento militar que depôs presidente, instaurando a Ditadura Militar.

  • Ensino Médio
  • História
  • Humanas
  • 3ª Série

Miriã Fonseca, Orlando Santos, Selma Reis, Terpsychore Quirino

EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica

2 de agosto de 2017

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados CC BY-NC-ND

0 comentário(s)