As Crises Sociais e Política do Período Regencial

Publicado em 6 de julho de 2017 às 11:05 AM por EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica
Vídeo

CONTEÚDO(S): As Crises Sociais e Política do Período Regencial. OBJETIVO(S): Compreender as ações dos movimentos sociais e coletivos como resultantes das contradições do próprio sistema. Na aula discutiremos as revoltas provinciais que ocorreram durante o período regencial (1831 a 1840) no Brasil. Analisaremos as causas econômicas, políticas e sociais de tais instabilidades, em função da falta de um governo forte e das condições de vida precárias da população pobre, que era a maioria naquele período. Avaliaremos os riscos que tais revoltas representam à nação brasileira recém formada. Por fim, consideraremos as consequências de cada uma delas para a aceleração da maioridade de D. Pedro II. Entre várias rebeliões que aconteceram nesse período em território brasileiro, daremos ênfase para a cabanagem, os malês, a sabinada, a balaiada e a farroupilha.

  • Ensino Médio
  • História
  • Humanas
  • 2ª Série

Selma Reis, Orlando Santos, Rodrigo Lopes, Miriã Fonseca, Terpsychore Quirino

EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica

3 de julho de 2017

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados CC BY-NC-ND

0 comentário(s)