Movimento Emancipacionista na Capitania das Minas Gerais, 1789

Publicado em 11 de novembro de 2019 às 8:42 AM por EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica
Vídeo

CONTEÚDO - Movimento Emancipacionista na Capitania das Minas Gerais, 1789. 

OBJETIVO - Proporcionar a (ao) estudante, em abordagem contextualizada, aprendizagem sobre o conteúdo temático, que consiste em entender a Conjuração Mineira foi uma conspiração de caráter separatista no Brasil colonial. Os líderes da conspiração faziam parte da elite colonial, cujos objetivos eram proclamar a República na Capitania das Minas Gerais, atrair investimentos estrangeiros para a instalação de fábricas e construção da Universidade de Vila Rica. O movimento estava marcado para o dia da Derrama, entretanto foi delatado, pois seus líderes foram presos e as penas consideradas muito fracas para os padrões da época, pelo fato deles serem homens ricos e militares, ou seja, pessoas importantes. Por ser de classe intermediária, Tiradentes, foi único a ser executado. Portanto, constitui-se ainda em objetivo dessa aula caracterizar a Conjuração Mineira, analisando os motivos que levaram ao levante, seus objetivos e composição social.

  • Ensino Médio
  • História
  • Humanas
  • 1ª Série

  • Orlando Santos
  • Miriã Fonseca

Emitec - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica

5 de novembro de 2019

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados CC BY-NC-ND

0 comentário(s)