A Guerra do Paraguai

Publicado em 27 de setembro de 2016 às 9:59 AM por EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica
Vídeo

CONTEÚDO: A Guerra do Paraguai. OBJETIVO: Reconhecer e problematizar conflitos armados nas Américas no século XIX, tais como a Guerra do Paraguai (1864-1870), compreendendo-os como resultado de tensões sociais, geopolíticas e nacionais. A Guerra do Paraguai foi fruto das contradições platinas, tendo como razão última a consolidação dos Estados nacionais na região. A guerra era vista por diferentes ópticas: para Solano López era a oportunidade de colocar seu país como potência regional e ter acesso ao mar pelo porto de Montevidéu, graças a aliança com os blancos uruguaios e os federalistas argentinos, representados por Urquiza; para Bartolomeu Mitre era a forma de consolidar o Estado centralizado argentino, eliminando os apoios externos aos federalistas, proporcionado pelos blancos e por Solano López; para os blancos, o apoio militar paraguaio contra argentinos e brasileiros viabilizaria impedir que seus dois vizinhos continuassem a intervir no Uruguai; para o Império, a guerra contra o Paraguai não era esperada, nem desejada, mas, iniciada, pensou-se que a vitória brasileira seria rápida e poria fim ao litígio fronteiriço entre os dois países e às ameaças à livre navegação, e permitira depor Solano López.

  • Ensino Médio
  • História
  • Humanas
  • 2ª Série

Orlando Santos

EMITEC - Ensino Médio com Intermediação Tecnológica

19 de setembro de 2016

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados CC BY-NC-ND

0 comentário(s)