A Geografia nas Escolas das Comunidades Ribeirinhas de Parintins: Entre o Currículo, o cotidiano e os Saberes Tradicionais

Publicado em 11 de fevereiro de 2020 às 2:43 PM por PETERSON AZEVEDO AMORIM

CONTEÚDO(S): Geografia e Currículo e Saberes Tradicionais OBJETIVO(S): O estudo da Geografia nas escolas das comunidades ribeirinhas amazônicas permite leitura da complexidade do ambiente de várzea, terra firme e das relações socioeducativas, socioculturais e socioambientais, no sentido de perceber o mundo vivido por cada sujeito aprendente a partir da relação currículo-cotidiano-saberes tradicionais ou historicamente construídos, com a finalidade de exponenciar o mundo local, regional, nacional e global para que todos possam compreendê-lo e se posicionar como cidadãos e leitores críticos da realidade sistêmica que os envolve. Esta tese procura, através de seu objetivo geral, compreender a articulação entre o currículo, o cotidiano e os saberes tradicionais preexistentes na história de vida dos estudantes que frequentam as escolas ribeirinhas do município de Parintins, evidenciando os tipos de efeitos que geram nos seus matizes e nas suas representações sociais, culturais e históricas do lugar

  • Ensino Médio
  • Ensino Superior
  • Educação Escolar Indígena
  • Geografia
  • Ciências Humanas
  • Ciência Sociais Aplicadas
  • Educação Física
  • Artes
  • Línguas
  • Ciências
  • História
  • Humanas
  • 1ª Série
  • 2ª Série
  • 3ª Série

JOSÉ CAMILO RAMOS DE SOUZA / Universidade de São Paulo

https://observatoriogeohistoria.net.br/geografia-2/a-geografia-nas-escolas-das-comunidades-ribeirinhas-de-parintins-entre-o-curriculo-o-cotidiano-e-os-saberes-tradicionais/

11 de fevereiro de 2020

Atribuição-CompartilhaIgual CC BY-SA

0 comentário(s)