A Acumulação Primitiva do Capital e o Discreto Charme da Geografia Burguesa

Publicado em 4 de dezembro de 2019 às 3:51 PM por PETERSON AZEVEDO AMORIM

CONTEÚDO(S): A acumulação do capital e a Geografia Burguesa . OBJETIVO(S): O texto apresenta notas e apontamentos para uma análise histórica e dialética da produção do espaço geográfico como mercadoria específica do modo capita-lista de produção. As formas de expropriação e de sucessivas separações entre as condições objetivas de produção e os produtores diretos constituem as bases categoriais da universalização da propriedade privada da terra e da geografia his-tórica da valorização capitalista no espaço. 

  • Ensino Fundamental Inicial
  • Ensino Médio
  • Educação Escolar Indígena
  • Geografia
  • Humanas
  • 1ª Série
  • 2ª Série
  • 3ª Série

Geousp – Espaço e Tempo/ Paulo Roberto Teixeira de Godoy

<https://www.revistas.usp.br/geousp/arti-cle/view/119886>. doi: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2018.119886.

4 de dezembro de 2019

Atribuição-NãoComercial CC BY-NC

0 comentário(s)